segunda-feira, 27 de julho de 2020

Chevelle SS 72

Vamos dar uma olhada maior neste carro da Chevrolet, que foi muito popular nos anos 70, o Chevelle, especialmente em sua versao mais quente, a SS.


A semelhança com o Chevrolet Opala brasileiro é grande, aqueles modelos de 1975 a 1979.











Photos : Xracer and Chevelle Stuff

domingo, 12 de julho de 2020

Peterbilt 357 Dump Truck

Mais um post !

Dessa vez um assunto pesado, sem aspas.

Vamos ver de perto um caminhão Peterbilt 357, americano, no seu habitat. Um caminhão basculante, raiz, capaz de carregar muita areia nele.
Emblema na lateral , "feito pelo Pedro" com muito orgulho !
Como tudo na América, grande , robusto e potente ! Sem murrinhagem no uso do espaço, bicudo. Vamos andar ao redor dele :
Frente bruta, estilo tradicional. Cofre do motor quadrado, faróis sobre os para-lamas destacados.
Na lateral algo que parece um filtro ou uma valvula de alivio do sistema de ar comprimido. Caixotes de aluminio para ferramentas ou pertences do motorista.
Deste lado vemos o filtro de ar, protetor de escapamento e o tanque de diesel, todos cromados. Note que o caminhão usa diversos acessórios cromados, não sei se de fábrica ou adicionados depois da venda. Configuração provável de 6x4, 3 eixos com os dois traseiros de tração e deslocados para os extremos do chassi.
Pela lateral agora. Pneus bem judiados, carecas mesmo. Oficiais da polícia adorariam parar esse caminhão para averiguação. Pneus Greenlander (nunca ouvi falar dessa marca) tamanho 11R24.5. Rodas de ferro, brutas. Suspensão traseira em feixe de molas, certo ? Opss... vamos ver d'outro angulo.
Nem sinal de haver parachoques, dá para ver as lanternas quase no meio da traseira e um gancho gigante para rebocar. Mas... o que é isso aqui, visto por trás ? Esses "canecos esfericos" ? 

Parecem ser  os reservatórios do sistema de freio a ar comprimido, saem mangueiras deles. Sei que os caminhões com suspensão a ar também os possuem atrás.

Subi pela lateral para ver o interior. Câmbio manual, espaço apertado mas piso da cabine plano. Volante não tão grande (quanto um Mercedes 1113), fios de um microfone do radio CB (quem assistiu ao filme "Comboio" vai lembrar), porta do passageiro (ajudante) com janela inferior para melhor visibilidade. Espelhos as pencas para ajudar a manobrar e visualizar a lateral e traseira.

Enfim , um caminhão americano da gema !

Update 13/Julho/2020 : Mostro mais fotos do interior da cabine desse modelo de caminhao, de outras fontes.






©️ Todas as fotos Xracer, exceto as 4 ultimas deste site e deste

sábado, 27 de junho de 2020

Chevrolet Caprice Estate Wagon & Datsun 280Z

Linda Station Wagon encontrada no estacionamento do CostCo Sandy Springs, GA, em magnífico estado de conservação, almost new !

Chevrolet Caprice Estate Wagon, possivelmente modelo 1989, capacidade para 8 passageiros, na configuração de bancos 3+3+2, com os últimos virados para trás.

Motor V8, 5.0 litros, 140 cv, tração traseira. Molejo suave e ultra confortável, o carro ideal para a familia viajar nas férias com todo o conforto, antes dos SUV e MiniVans dominarem o mercado e decretarem a quase extinção das peruas.
Essa perua estava tão conservada como se tivesse saído da concessionária, em compensação do lado estava estacionado um Datsun 280Z (vendido no mercado americano entre 1975 e 1978) com as marcas de anos e anos de uso, bastante uso e muito sol ! Pintura desgastada, párachoques sujos e desalinhados, mas o prazer de dirigir com certeza estava ali ainda !


Olha a granulação da pintura dessa perua, original sem dúvida. Perfeitamente conservada em garagem fechada por anos e anos, se alguém vir um sinal de desgaste nas fotos desse carro avise nos comentarios, eu ao vivo, no afã de tirar as fotos sinceramente não vi.

Dois ícones da Indústria Automobilística, um americano familiar impecável e um pequeno e leve cupê esportivo bastante surrado, que encontravam-se juntos num estacionamento, flagrados por nossa câmera em 2019.

Veja como era o Datsun no catálogo da época :






ⓒTodas as fotos por Xracer
Brochuras de Love to Acelerate

domingo, 21 de junho de 2020

Homenagem a Jose Luiz Vieira da Motor3

Não poderia prosseguir as postagens do Blog sem antes prestar minha homenagem ao finado jornalista José Luiz Vieira, que nos deixou no último dia 19 de Maio, o editor da gloriosa revista Motor 3.
JLV
Fiquei realmente sentido com a partida do JLV, ele era um mestre, tinha uma genuína paixão pelo automotor e eu aprendi muito mesmo nas páginas da inesquecível Motor 3, você não apenas lia uma reportagem dele, mas como ele mesmo dizia, participava da experiência. Também via a preocupação dele em conscientizar o brasileiro da importância da segurança ao dirigir, do "o bom motorista dirige o bom carro" (bom no sentido de seguro e bem mantido), de que o motorista deve comandar um automóvel com determinação mas sem ser rude com o carro e com os demais passageiros. 

Essa revista teve grande influência em minha cultura do automóvel, não só na parte técnica mas da parte da segurança,  técnica e entusiasmo !

Possuo também os livros dele sobre a História do Automóvel, alem da coleção completa da Motor 3. Enfim, que o Senhor console sua familia e saiba que ele deixou um incrível legado nessa Terra.

Como exemplo do pensamento e filosofia de vida e avaliações de veículos da revista e seus editores (JLV e o extraordinário Paulo Celso Facin) mostro a resposta à carta que o Bob Sharp (ex-piloto e jornalista automotivo, atual editor do excelente site Auto Entusiastas) enviou à revista, criticando a maneira passional como haviam retratado o Mercedes Classe S e como haviam esmerrilhado o histórico Fusca 1942, publicada na edição 21 de Março de 1982.



Parte da minha colecao da revista, que tirei para limpar e tomar sol :



Como um bônus, achei essa edição escaneada na Internet, a 38, neste link citado abaixo. Contém mais uma reportagem do projeto Koizyztraña e diversas outras interessantes, de Agosto de 1983.



Crédito da foto do JLV :  Mahar Press

sexta-feira, 15 de maio de 2020

1986 Oldsmobile Incas



Plenty of automakers today release autonomous car concepts that look like an ultra-modern living room inside. The steering wheel isn't there, or it folds away, there's big touchscreens everywhere—you get the gist. But 34 years ago, at the height of wonderfully strange '80s design exercises, Italdesign really went for it in the Oldsmobile "Incas" concept with this Knight Rider-looking getup. It's definitely not your grandfather's Oldsmobile. Neither will it be your grandson's, sadly.

Hoje, muitas montadoras lançam conceitos de carros autônomos que parecem uma sala de estar ultramoderna. O volante não está lá, ou ele se dobra, há grandes telas sensíveis ao toque em todos os lugares - você entende. Mas 34 anos atrás, no auge dos exercícios de design maravilhosamente estranhos dos anos 80, a Italdesign realmente fez isso no conceito "Incas" da Oldsmobile com um visual de Knight RiderNao era definitivamente o Oldsmobile do seu avô. Nem seria também do seu neto, infelizmente.



The only control that hasn't been placed on the 'steering wheel' is the turn signal, the rather plain stalk protruding from the left side of the column. Literally everything else in the interior is a button on the steering wheel: HVAC, lights, audio, cruise and automatic transmission controls are all present. This is actually the only detailed image I could find of the Incas interface. If you're a dreamer like me, then really the only signal Oldsmobile didn't want to actually build this is the conspicuous lack of air vents; you'd probably want some A/C in this thing considering how hot glass canopy cars tend to get in the sun. 


O único controle que não foi colocado no 'volante' foi o da seta pisca-pisca, ficando a alavanquinha simples espetada do lado esquerdo da coluna. Literalmente, tudo o mais no interior é um botão no volante: Ventilação e Aquecimento, luzes, áudio, "piloto automático" e transmissão automática estão todos presentes. Esta é realmente a única imagem detalhada que pude encontrar da interface do Incas. Se você é um sonhador como eu, então o único sinal que a Oldsmobile realmente não queria construir é a aparente falta de saídas de ar; você provavelmente iria querer um Ar Condicionado geladinho nessa coisa, considerando o quão quente carros com ampla area envidraçada tendem a ficar ao serem expostos ao sol.


Gostei tanto do painel que o pus duas vezes no post.

The dash display is almost completely digital—strangely, they left an extra analog speedometer and tachometer—and completely Eighties. The seven-segment speedometer appears to show the car going 62 km/h just sitting there for the photo shoot, so perhaps that needed a little work.

A tela do painel é quase totalmente digital - estranhamente, eles deixaram um velocímetro e um tacômetro analógicos extras - e completamente anos 80. O velocímetro de sete segmentos de led vermelho parece mostrar o carro percorrendo 62 km / h apenas sentado lá para a sessão de fotos, talvez seja necessário um pouco de ajuste...

The Oldsmobile Incas was bodied by Italdesign. Despite how impressive the concept may be, there's very little information about it. Many cite the Incas as having a "quad turbo four-cylinder", but it was more than likely equipped with a turbocharged version of Oldsmobile's 'Quad 4' engine (out back, of course). It's said to make 230 horsepower and power all four wheels.

Os Oldsmobile Incas eram "encarroçados" pela Italdesign. Apesar do quão impressionante o conceito foi, há muito pouca informação sobre ele. Muitos citam o Incas como tendo um "quad turbo de quatro cilindros", mas era mais que provavelmente equipado com uma versão turbo do motor 'Quad 4' da Oldsmobile (na parte traseira, é claro). Diz-se que produzia 230 cavalos de potência e tração nas quatro rodas.


A frente do Oldmobile Incas

Vista lateral traseira, vendo-se o motor atrás

The doors out back opened pelican-style like a Tesla Model X's, but the fronts were far less conventional. The entire front windshield and doors pivoted up to allow the driver and passenger's entry. I think one of the only other concept cars to have this would be the Lancia Stratos Zero. Italians must have some special sauce when it comes to coming up with funny new kinds of doors.

As portas traseiras se abriam no estilo asas de gaivota como o modelo Tesla X, mas as dianteiras eram muito menos convencionais. Todo o pára-brisa dianteiro e as portas giravam para permitir a entrada do motorista e do passageiro. Acho que um dos únicos carros-conceito a ter isso foi o Lancia Stratos Zero. Os italianos devem ter um molho especial quando se trata de criar novos tipos engraçados de portas.

O Incas com todas as portas abertas.

Unfortunately for us, Oldsmobile never went ahead and produced the Incas. They made a slew of other wild concept cars as well, but none of those saw the light of day either before Olds went out of business in 2004. GM doesn't sound keen on reviving the brand considering it recently sold off the last Oldsmobile ever made to clear some space in its heritage collection. But we'll always have the Incas and its lucid dream of a future without conventional steering wheels.

Infelizmente para nós, a Oldsmobile nunca foi em frente e produziu o Incas. Eles também fizeram diversos outros carros-conceito, mas nenhum deles viu a luz do dia antes que a Olds saísse do mercado em 2004. A GM não parece interessada em reviver a marca, considerando que ela vendeu recentemente o último Oldsmobile fabricado para limpar um espaço em sua coleção do acervo historico. Mas sempre teremos o Incas e seu sonho lúcido de um futuro sem volantes convencionais.
This car inspired several other cars in its technical and stylistic innovations, such as the Subaru SVX sliding windows, for example.

Este carro inspirou diversos outros carros em suas inovações técnicas e estilisticas, como as janelas corrediças do Subaru SVX, por exemplo.

The interior of the Incas was a stylistic breakthrough from the 1984 Ford Maya prototype, also from Italdesign, with a panel with a traditional steering wheel but all the controls on it. See below :

O interior do Incas foi um avanço estilistico a partir do protótipo do Ford Maya,  de 1984 também da Italdesign, com um painel com volante tradicional mas todos os controles nele. Veja abaixo :



Sources : https://www.thedrive.com/news/33416/the-1986-oldsmobile-incas-had-the-wildest-dashboard-youve-never-seen?utm_source=digg&utm_medium=email ,
 http://www.carstyling.ru/en/car/1986_oldsmobile_incas/ e http://www.carstyling.ru/ru/car/1984_ford_maya/